Osasco Rock Fest leva 12 mil pessoas à Arena Concha Acústica da Fito

“Boas energias para Osasco”, foi o desejo de Dinho Ouro Preto, vocalista da banda Capital Inicial, em entrevista à imprensa no final da segunda edição do Osasco Rock Fest, que aconteceu no último domingo (28/02), na Arena Concha Acústica da Fito, no Jardim das Flores.

O Festival, que já é um dos maiores do país, reuniu 12 mil pessoas sem nenhuma intercorrência. Ao contrário, com um público bem diverso em faixa etária, o dia foi de muita diversão e rock’n roll, fosse debaixo de sol ou de chuva.

“Fico muito feliz de ver como as pessoas de Osasco recebem bem todos os tipos de eventos que trazemos para a cidade”, declarou animado o prefeito Jorge Lapas.

Desde às 13h, milhares de pessoas acompanharam as bandas locais que ganharam o concurso de bandas e não deixaram nada a desejar: Marrones, Stanka, Del Jaiz, Doravantes e Black Days trouxeram o melhor do rock para a galera. Logo em seguida, Ivo Mozart subiu no palco e, entre outras canções, levou a galera ao delírio com a música “Vagalumes”, sucesso que o consagrou, na parceria com a banda Pollo.

Os meninos do NX Zero começaram o show no fim do dia, com muito calor e rock na veia. No repertório, sucessos como “Cedo ou Tarde”, “Razões e Emoções”, “Onde estiver” e ainda uma participação da cantora curitibana Karol Conka. Nos bastidores, eles conheceram o prefeito Jorge Lapas, parabenizando-o pela realização do festival.

187 2

O baixista Caco Grandino deixou seu recado: “Sou morador de Osasco há praticamente 30 anos. |Meus parabéns à cidade e que venham mais eventos culturais e muita música para a galera”.

187 3caco

A noite fechou com chave de ouro na apresentação acústica do Capital Inicial. A chuva começou assim que a banda entrou no palco, ficou mais intensa mas, mesmo assim, não afastou os fãs de Dinho Ouro Preto. “Isso mostra paixão, o quanto o público está disposto. Foi um show maravilhoso”, completou Dinho.

187 4

Quem esteve no evento pôde conferir homenagens da banda aos amigos da Legião Urbana e Charlie Brown Jr., além dos clássicos “Natasha”, “Independência”, “Primeiros Erros” e as mais novas canções, como “Vai e Vem” e “Melhor do que Ontem”.

Surpreso com a idade de Osasco, poucos anos mais velha do que ele, Dinho finalizou a entrevista convocando as bandas locais a não desistirem do rock. (Extraído da SECOM/PMO – Texto: Laís Lisboa – Fotos: Filipe Lima)

 

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *