Haddad autoriza Uber em São Paulo por decreto

had1

Empresas do novo serviço pagarão por km rodado com passageiro.

Segundo Haddad, a medida vai beneficiar também os taxistas.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou nesta terça-feira (10) o decreto que autoriza serviços de transporte individual por aplicativos na cidade. É o caso do Uber. O decreto será publicado nesta quarta-feira (11).

Empresas do novo serviço pagarão concessão por km rodado com passageiro. Segundo a Prefeitura, o valor cobrado será de R$ 0,10 em média.

Segundo o prefeito Fernando Haddad, a ideia é regular essa permissão para que funcionem como uma frota traçada incialmente pela prefeitura como capaz de absorver a demanda da cidade. Segundo a Prefeitura, as operadoras de aplicativos poderão comprar créditos equivalentes aos quilômetros rodados por 5 mil taxis ao ano.

Também nesta terça-feira, o prefeito liberou a presença dos táxis o dia todo, inclusive nos horários de pico, nos corredores de ônibus (que ficam à esquerda) e o uso das faixas exclusivas (que ficam à direita) a veículos mesmo sem passageiros.

Haddad afirmou que a medida vai beneficiar também os taxistas porque o serviço de transporte individual funcionam hoje sem regulação, amparada por decisões judiciais. Ele afirma que a regulação da concessão e da meta de veículos do novo serviço será feita de modo a não prejudicar o serviço de táxi.

Uma eventual queda no uso dos táxis da cidade seria rapidamente compensada alterando-se o preço do km rodado a ser cobrado pelo novo serviço. “Nós vamos controlar a quantidade e o preço de maneira tal que os trabalhadores tenham seus direitos assegurados, os taxistas, e que as empresas possam operar diversificando serviços para atrair novos públicos”, disse Haddad.

A capital paulista tem atualmente cerca de 37 mil taxistas. (Fonte G1)

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *