Ministra do TSE determina retorno de Garotinho a hospital

garoto

-Juiz havia dito que ele tinha ‘regalias’ e ordenou transferência para presídio.

-Luciana Lóssio afirmou que não cabe a juiz avaliar quadro clínico de um preso.

A ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou nesta sexta-feira (18) a transferência do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho para um hospital. A decisão é liminar (provisória) e será levada à apreciação do plenário do TSE na próxima sessão da Corte.

A ministra também determinou que, após o prazo necessário para a conclusão dos exames e procedimentos médicos indicados pela equipe, o ex-governador fique preso em regime domiciliar.

O ex-governador foi preso pela Polícia Federal sob a acusação de usar programas sociais para comprar votos.

Após a prisão, ele ficou sozinho em um quarto no hospital desde a última quarta-feira (16), quando chegou ao local após ter sido preso pela Polícia Federal e ter passado mal.

Ele foi submetido a exames que mostraram alterações cardíacas e a equipe médica indicou que ele passasse por um cateterismo. (Fonte: G1)

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *