Bem que poderia ter menos pernilongo no aeroporto de Fortaleza

pernilongo

 

Na última segunda-feira (14/11) voltávamos de Portugal para São Paulo com uma escala em Fortaleza, onde chegamos um pouco antes da meia-noite. E quando eu e a minha esposa Priscila descemos no Aeroporto Internacional Pinto Martins, na linda Fortaleza, notamos o quanto a gente fica mal acostumados com o bem estar nos aeroportos de países desenvolvidos.

Permacemos por aproximadamente umas três horas na Capital do Ceará, mas, foi como se tivéssemos ficado umas dez horas, sob um calor insurportável e com muitos pernilongos famintos

Além do calor, o que deixa as pessoas super nervosas, muitas com bebês de colo nesse aeroporto, são mesmo os irritantes pernilongos que não dão sossego a ninguém.

Penso que se essa grande sala de espera fosse melhor vedada e tivesse um sistema de ar condicionado que funcionasse, com certeza, os mosquitos não atormentariam tanto as pessoas. E fico imaginando se numa sala de um aeroporto tem tantos pernilongos assim, com será a vida de pessoas que moram mais próximo de rios e córregos nessa época em Fortaleza. (Renato Ferreira)

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *